vannunes

 
Status związku: w wolnym związku
Chcę grać z: kobiety
Szukam: przyjaźni, rozrywki
Znak zodiaku: Skorpion
Urodziny: 1978-11-21
Rejestracja: 2008-02-08
Vann Nunes
Punkty142więcej
Następny poziom: 
Ilość potrzebnych punktów: 58
Ostatnia gra

a arca

 

FIM DO MUNDO

   EM 2012

    A ARCA DE NOÉ   

(brasileira)

Quem escreveu isso merece nota "10"!

Um dia, o Senhor chamou Noé que morava no Brasil e

ordenou-lhe:

- ANTES DE 21.12.2012 , 6 meses antes ,( NOVO FIM DO MUNDO ) farei chover ininterruptamente durante 40 dias e 40 noites, até que o Brasil seja coberto pelas águas.


Os maus serão destruídos,
mas quero salvar os justos e um casal de cada espécie animal.
Vai e constrói
uma arca de madeira.
No tempo certo, os trovões deram o aviso e os relâmpagos cruzaram o céu.


Noé chorava, ajoelhado no quintal de sua casa,
quando ouviu a voz do Senhor soar furiosa, entre as nuvens:


- Onde está a arca, Noé?

- Perdoe-me, Senhor suplicou o homem.
Fiz o que pude, mas encontrei dificuldades imensas:


Primeiro tentei obter uma
licença da Prefeitura,
mas para isto, além das altas taxas para obter o
alvará,
me pediram ainda uma contribuição para a
campanha de eleição do prefeito.


Precisando de dinheiro, fui aos bancos e não consegui 
empréstimo, mesmo aceitando aquelas
taxas de juros ...

O Corpo de Bombeiros
exigiu um sistema de prevenção de incêndio, mas consegui contornar, subornando um funcionário.


Começaram então os problemas com
o IBAMAe a
FEPAM
para a extração da madeira.

Eu disse que eram ordens SUAS, mas eles só queriam saber se eu tinha um "Projeto de Reflorestamento " e um tal de
"Plano de Manejo ".


Neste meio tempo ELES descobriram também uns casais de 
animais guardados em meu quintal..


Além da pesada multa, o fiscal falou em
"Prisão Inafiançável " e eu acabei tendo que matar o fiscal, porque,
para este crime, a lei é mais branda.


Quando resolvi começar a obra, na raça,apareceu o
CREA e me multou porque eu não tinha um Engenheiro Naval 
responsável pela construção.


Depois apareceu
o Sindicato exigindo que eu contratasse seus marceneiros com garantia de emprego por um ano.

Veio em seguida a Receita Federal, falando 
em
" sinais exteriores de riqueza " e também me multou.

Finalmente, quando aSecretaria  Municipal do Meio Ambiente pediu o " Relatório de Impacto Ambiental " sobre a zona a ser inundada, mostrei o mapa do Brasil.


Aí, quiseram me internar
num Hospital Psiquiátrico!
Sorte que o
INSS estava de greve...

Noé terminou o relato chorando,

mas notando que o céu clareava   perguntou:


- Senhor, então não irás mais destruir o Brasil?

- Não! - respondeu a Voz entre as nuvens
- Pelo que ouvi de ti, Noé, 
cheguei tarde!


O governo já se encarregou de fazer isso!

 


psicologiaaaaaa

Marcas de Batom no Banheiro...

 

Numa escola pública estava ocorrendo uma situação inusitada:

meninas de 12 anos que usavam batom,

todos os dias beijavam o espelho para remover o excesso de batom.

O diretor andava bastante aborrecido,

 porque o zelador tinha um trabalho enorme para limpar o espelho ao final do dia.

Mas, como sempre, na tarde seguinte, lá estavam as mesmas marcas de batom...

Um dia o diretor juntou o bando de meninas no banheiro

 e explicou pacientemente que era muito complicado limpar o espelho

com todas aquelas marcas que elas faziam.

Fez uma palestra de uma hora.

No dia seguinte as marcas de batom no banheiro reapareceram...

No outro dia, o diretor juntou o bando de meninas

e o zelador no banheiro,

e pediu ao zelador para demonstrar a dificuldade do trabalho.

O zelador imediatamente pegou um pano,

molhou no vaso sanitário

e passou no espelho.

Nunca mais apareceram marcas no espelho!

Moral da história: Há professores e há educadores...

Comunicar é sempre um desafio!
Às vezes, precisamos usar métodos diferentes

 para alcançar certos resultados.


Por quê?


•Porque a bondade que nunca repreende não é bondade:

é passividade.


•Porque a paciência que nunca se esgota não é paciência:

é subserviência.


•Porque a serenidade que nunca se desmancha não é serenidade:

 é indiferença.


•Porque a tolerância que nunca replica não é tolerância:

 é imbecilidade.


BBB....

BIG BROTHER BRASIL Autor: Antonio Barreto, Cordelista, natural de Santa Bárbara-BA, residente em Salvador.

Curtir o Pedro Bial E sentir tanta alegria É sinal de que você O mau-gosto aprecia Dá valor ao que é banal É preguiçoso mental E adora baixaria. Há muito tempo não vejo Um programa tão 'fuleiro' Produzido pela Globo Visando Ibope e dinheiro Que além de alienar Vai por certo atrofiar A mente do brasileiro. Me refiro ao brasileiro Que está em formação E precisa evoluir Através da Educação Mas se torna um refém Iletrado, 'zé-ninguém' Um escravo da ilusão. Em frente à televisão Lá está toda a família Longe da realidade Onde a bobagem fervilha Não sabendo essa gente Desprovida e inocente Desta enorme 'armadilha'. Cuidado, Pedro Bial Chega de esculhambação Respeite o trabalhador Dessa sofrida Nação Deixe de chamar de heróis Essas girls e esses boys Que têm cara de bundão. O seu pai e a sua mãe, Querido Pedro Bial, São verdadeiros heróis E merecem nosso aval Pois tiveram que lutar Pra manter e te educar Com esforço especial. Muitos já se sentem mal Com seu discurso vazio. Pessoas inteligentes Se enchem de calafrio Porque quando você fala A sua palavra é bala A ferir o nosso brio. Um país como Brasil Carente de educação Precisa de gente grande Para dar boa lição Mas você na rede Globo Faz esse papel de bobo Enganando a Nação. Respeite, Pedro Bial Nosso povo brasileiro Que acorda de madrugada E trabalha o dia inteiro Dar muito duro, anda rouco Paga impostos, ganha pouco: Povo HERÓI, povo guerreiro. Enquanto a sociedade Neste momento atual Se preocupa com a crise Econômica e social Você precisa entender Que queremos aprender Algo sério - não banal. Esse programa da Globo Vem nos mostrar sem engano Que tudo que ali ocorre Parece um zoológico humano Onde impera a esperteza A malandragem, a baixeza: Um cenário sub-humano. A moral e a inteligência Não são mais valorizadas. Os "heróis" protagonizam Um mundo de palhaçadas Sem critério e sem ética Em que vaidade e estética São muito mais que louvadas. Não se vê força poética Nem projeto educativo. Um mar de vulgaridade Já tornou-se imperativo. O que se vê realmente É um programa deprimente Sem nenhum objetivo. Talvez haja objetivo, "professor" Pedro Bial. O que vocês tão querendo É injetar o banal Deseducando o Brasil Nesse Big Brother vil De lavagem cerebral. Isso é um desserviço Mal exemplo à juventude Que precisa de esperança Educação e atitude Porém a mediocridade Unida à banalidade Faz com que ninguém estude. É grande o constrangimento De pessoas confinadas Num espaço luxuoso Curtindo todas baladas: Corpos "belos" na piscina A gastar adrenalina: Nesse mar de palhaçadas. Se a intenção da Globo É de nos "emburrecer" Deixando o povo demente Refém do seu poder: Pois saiba que a exceção (Amantes da educação) Vai contestar a valer. A você, Pedro Bial Um mercador da ilusão Junto a poderosa Globo Que conduz nossa Nação Eu lhe peço esse favor: Reflita no seu labor E escute seu coração. E vocês caros irmãos Que estão nessa cegueira Não façam mais ligações Apoiando essa besteira. Não deem sua grana à Globo Isso é papel de bobo: Fujam dessa baboseira. E quando chegar ao fim Desse Big Brother vil Que em nada contribui Para o povo varonil Ninguém vai sentir saudade: Quem lucra é a sociedade Do nosso querido Brasil. E saiba, caro leitor Que nós somos os culpados Porque sai do nosso bolso Esses milhões desejados Que são ligações diárias Bastante desnecessárias Pra esses desocupados. A loja do BBB Vendendo só porcaria Enganando muita gente Que logo se contagia Com tanta futilidade Um mar de vulgaridade Que nunca terá valia. Chega de vulgaridade E apelo sexual. Não somos só futebol, baixaria e carnaval. Queremos Educação E também evolução No mundo espiritual. Cadê a cidadania Dos nossos educadores Dos alunos, dos políticos Poetas, trabalhadores? Seremos sempre enganados e vamos ficar calados diante de enganadores? Barreto termina assim Alertando ao Bial: Reveja logo esse equívoco Reaja à força do mal. Eleve o seu coração Tomando uma decisão Ou então: siga, animal. FIM


por que agora?

Por que agora
Deitado nessa cama
Dentro desse espaço incolor
Ouvindo esses barulhos angustiantes,
Sentindo essas dores que não passam
Você diz meu nome???
Muitas vezes te chamei,
Mas você sempre estava apressado...
Te mostrei as cores
As canções,
E muitas vezes curei suas dores
Mas você sempre estava muito ocupado
Jamais disse "obrigado!"...
Te mostrei a LUZ,
Mas você caminhou em direção a escuridão...
Te mostrei a PAZ,
Mas você desviou o olhar...
Te fiz perguntas,
Mas você permaneceu em silêncio...
Te presenteei com meu amor
Mas você nem sequer valorizou o presente...
Passou por mim,
Mas fingiu não me ver.
Te toquei,
Mas você não sentiu...
Você se anestesiou ao mundo
E sentiu a dança dominar seus passos...
Não procurou a luz,
Se rendeu a escuridão...
Por que agora,
Depois de me desprezar a cada momento de sua vida,
Os quais estive presente
Você me chama???
Apenas pedi seu coração
Mas você não me entregou...
Mas para a dança na escuridão,
Você entregou seu corpo inteiro...
Por que agora diz meu nome?
Por que agora você lembra de mim???
Se nos seus momentos mais felizes,
Você nem sabia meu nome...
Esperei a sua vida inteira para te ouvir
Chamar por mim...
E agora quando seus sentidos
Estão a caminho da escuridão,
Por que agora você pede a luz???
Saiba que mesmo nestes anos todos,
Jamais perdi a esperança,
De ouvir meu nome ser pronunciado por você...
Agora você pede perdão...
Mas se você tivesse lembrado do meu amor antes,
Não teria caminhado em direção a escuridão...
Mas mesmo assim,
Acredito no seu arrependimento
E te perdôo mesmo antes de você pedir perdão...
Por que agora,
Finalmente você me entregou seu coração...
E dessa vez te mostrarei a LUZ
E não temerá a escuridão
Venha sem medo...

Sou JESUS...


é tudo fosse perfeito....

Se as coisas fossem perfeitas
Não existiria lições de vida
Não haveriam arrependimentos
E nem descobertas...
Se tudo fosse perfeito
Mãos não se uniriam
E sonhos não seriam valorizados.
Se tudo fosse perfeito
Olhares não se completariam
E gestos passavam despercebidos.
Se tudo fosse perfeito
As lágrimas não existiriam
As palavras seriam perfeitas...
Se tudo fosse perfeito
Eu pularia no abismo
Sem medo da morte
Pois asas eu ganharia...
Se tudo fosse perfeito
Eu atravessaria o oceano
Sem medo de ser levada pelas ondas
Sem receios de me perder em suas profundezas.
Se tudo fosse perfeito
Dores não existiriam
E a cura não seria procurada...
Se tudo fosse perfeito
Não haveria a busca pela perfeição...
Nada é por acaso
Pois nem o destino
É Perfeito.