PAPAGAIOMUDO

 
registro: 12/11/2008
O caráter de um homem é formado pelas pessoas que escolheu para conviver. (Sigmund Freud )
Pontos92Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 108
Último jogo
Casino Slots

Casino Slots

Casino Slots
4 anos 49 dias h

“Sem Tarja Preta”: vídeo esclarece tabus sobre sexo para mulheres


Objetivo, autoexplicativo e sem nenhum tabu. É assim o vídeo “Sem Tarja Preta” da
designer de 22 anos Bee Grandinetti. Este foi seu projeto de conclusão
de curso na Escola de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais
(UEMG). Com quase sete minutos de duração, a recém-formada esclarece o
que chama de “pontos obscuros relacionados ao prazer no sexo para
mulheres”.  


O vídeo é despojado e com linguagem simples. Isso porque sexo nunca foi
um assunto estranho para Bee: “Nunca tive inibições de conversar sobre o
tema, o que inclusive me ajudou em termos de aprendizado. Essa abertura
fez com que eu percebesse que as pessoas não eram tão felizes e bem
resolvidas sexualmente como diziam”, conta.   


Até o momento, a repercussão do vídeo é bastante positiva. “Eu esperava uma
enxurrada de retornos negativos, pois eu falo com muita sinceridade de
coisas que muita gente não quer ouvir. Mas, para a minha surpresa, até
agora só tive retornos muito positivos”, comemora.   


As informações que aparecem no vídeo, como números e estatísticas, são de
pesquisas do ProSex, projeto de sexualidade da Faculdade de Medicina da
USP, e os “pontos obscuros” foram escolhidos a partir de vídeos,
artigos, livros, debates e reflexão pessoal. Bee contou com o apoio do
Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania GLBT da Universidade Federal de
Minas Gerais.  

 O resultado do trabalho, academicamente, foi a nota máxima. Mas, além
disso, Bee tem outras expectativas. “Eu torço muito para que o vídeo
alcance o maior número de pessoas possível. Se pelo menos uma pessoa que
tenha dificuldades repense seu comportamento sexual depois de ver o
vídeo, já vai ter valido a pena”, completa.  

 

 https://www.youtube.com/watch?v=CMTt-PjfQRM

 


         


O MELHOR FIREWALL DO MUNDO

Melhor
Firewall do Mundo! 


MELHOR FIREWALL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1. Uma célula humana
contém 75 MB de informações genéticas.
2. Um espermatozóide
tem metade disso, ou seja, 37,5 MB.
3. 1 ml de sémen
saudável tem aproximadamente 100 milhões de
espermatozóides.
4. Uma ejaculação média dura 5 segundos e
contém de 2,25 ml de sémen.
5. Ou seja, a velocidade da
conexão ou “put and get out” médio de um homem saudável é de: ( 37,5 MB x
100.000.000 x 2,25 ) / 5 = 1.761.607.680. 000.000 bytes / segundo = 1,76
Terabytes / segundo.

 

Conclusão:
O óvulo
feminino suporta um ataque de DDoSp (Distributed Denial of Service Pack) de 1,76
TB/s e só permite a passagem de 1 pacote durante sua conexão, fazendo dele o
MELHOR FIREWALL DO MUNDO!

 

FONTE:
http://leivan.wordpress.com/

 

 


Entre uma decepção e outra, que tal uma pausa para aprender ?


Tem época na vida da gente que parece que os encontros 'amorosos' são mais uma provocação do que uma oportunidade de se sentir satisfeito e feliz... Assim, vamos contabilizando decepções e desacreditando na possibilidade de viver uma experiência positiva e motivadora.



Quando isso acontece, creio que o melhor seja parar. Uma pausa para aprender. Ou melhor, antes apreender. Perceber o que está acontecendo, quais são nossos verdadeiros desejos e quais tem sido nossas atitudes
para torná-los concretos.



Muitas vezes, fazendo uma análise mais justa e desapegada, sem assumir nenhum papel, nem o de vítima das armadilhas da vida, nem da sacanagem dos outros e nem o de culpado, como se tudo o que fizéssemos estivesse definitivamente errado, terminamos descobrindo que há alguma incoerência nisso tudo.



Só que para isso precisamos de tempo... e principalmente de coragem para admitir limitações, assumir pensamentos negativos e confiar mais na sabedoria da vida e seu ritmo. O que acontece, no entanto, é que a maioria de nós não quer esperar, não quer refletir. Tem apenas um único pensamento que alimentamos o tempo todo: quero namorar, quero ter alguém!!!



Será que estar com alguém é o mesmo que estar feliz? Pode ser que sim, mas pode ser que não... e se por qualquer motivo você não tem ficado com quem deseja, talvez seja o momento ideal para um intervalo, tão útil
entre uma decepção e outra...



Tempo de se observar, de observar as pessoas e ouvir o que elas dizem. Tempo de aprender, crescer, ter uma nova conduta, desenvolver uma nova postura. Aguardar até que a vida lhe mostre qual é o melhor caminho a seguir... mas para ver, você precisa estar atento... sem tanta ansiedade, sem tanto desespero para tentar fazer com que as coisas aconteçam do jeito e na hora que você quer...



E se nenhuma resposta vier, talvez signifique que você precisa ver e ouvir com o coração. Respeitar o silêncio. Aceitar a ausência de quem você tanto deseja encontrar... Talvez não haja uma resposta e nem haja uma explicação.



Às vezes, simplesmente não existem respostas nem explicação. Apenas a vida. Apenas as pessoas. Apenas o mundo. Apenas a dor e o amor. Apenas...



E se insistirmos em não aceitar, em brigar, em nos rebelar, em nos revoltar... conseguiremos tão somente mais dor... e menos amor. Aceite que você não tem o controle, que você não pode decidir sozinho, que o universo tem seu próprio ritmo. Faça o que está ao seu alcance; faça a sua parte... e bem feito; da melhor maneira que puder...



E o que não puder, entregue e espere... porque embora diga sabiamente a música "quem sabe faz a hora, não espera acontecer", tem ocasiões nesta vida em que quem sabe espera acontecer e respeita a hora de não fazer...
até que um dia, o amor de repente acontece... porque seu coração estava exatamente onde deveria estar para ser encontrado!


 


O poder de sedução na meia idade


http://www.youtube.com/watch?v=FkOV0hL4Sz4

                   As meninas são treinadas para exercer a sedução desde
pequenas.Houve época em que as crianças vestiam-se como mini-adultos,
depois fizeram tudo para criar roupas leves, confortáveis,
alegres:nascia a “moda infantil”, hoje responsável por consumos , gastos
e...lucros, para os  fabricantes e vendedores...Mas retornou, com a
inflluência da apresentadora Xuxa,a tendência a fazer as meninas se
vestirem quais pequenas mulheres, enquanto ela perdia idade vestindo-se
qual criança.Hoje, após a maternidade, desistiu dessa tolice,talvez
anteriormente fosse influenciada pela Marlene Mattos.Hoje, tendo rompido
com a empresária, ganhou em bom senso.Ser mãe faz dessas coisas.De qq
forma, após sua era inicial, as garotinhas não abrem mão de batons,
bijouterias,requebros e beijinhos.Mas vá a púbere fazer as mesmas
coisas.Proibidas de se expor ao bicho homem, as ninfetas ao
crescer,voltam a seguir modismos, mas não sabem o que fazer com seu
poder de sedução.

                  “Filha minha não senta em colo de tio algum”, decreta o
pai, sem explicar bem o porque à assustada garota.Embora louvemos todos
os cuidados que demonstram precaução contra impertinências sexuais de
adultos que podem chegar a abusos mais sérios, como estupros,sabemos que
essa forma velada e definitiva de bloquear a sexualidade latente , tem
conseqüências sérias para seu desenvolvimento perfeito.Limites devem ser
colocados,mas com explicações que as pessoas em formação possam
entender/atender. Em pequena, a criança é constantmente instada a  jogar
beijos,beijar,cativar.Depois, fica perplexa porque já não pode fazer
nada disso.E então começam os namoricos escondidos, as teimosias da
adolescência que acabam por expor, desnecessariamente a inocência,até
para adultos desviados de conduta...

                  Mas a mulher é gerenciada para o casamento, não para o
exercício livre da sexualidade.Poucas são as mulheres, ainda nos dias
atuais, que podem deixar fluir seus direitos sobre o corpo.Mesmo o mais
simples deles, o de ir e vir, garantido na Declaração Universal dos
Direitos Humanos.Mulher “usada” não tem o mesmo valor.”Rodada”, taxam os
mesmos que as rodaram...”Galinha e vassoura”:a que abaixa-se para
qualquer um .A que varre muitos chãos.Virgindade, já exercida como prova
de honra e seriedade, mas na verdade, a forma encontrada para garantir
que os herdeiros de alguém fossem realmente seus filhos...O velho e
irônico dito:”Filhos de minha filha, meus netos são...Filhos de meu
filho, meus netos serão?”E outro:”segure suas cabritas que meu bode está
solto”.Ou seja, o homem, podia a mulher,nunca.

                 Elas chegam ao casamento de várias maneiras.Em geral,
uma idéia imposta de que está na hora.Nem todas têm certeza de que a
escolha é a mais correta e muito menos se será para sempre.mas esperam
que sim.Antes, “até que a morte os separe”.Hoje, “Até que a sorte os
separe”.Muitas mulheres se mantêm infelizes ad aeternum.Não têm coragem
de deixar o cônjuge.Temem os demais.a família.Os filhos.Mesmo agora,que a
maioria delas estuda, trabalha, não depende de umprovedor para viver.No
tempo de minha avó uma jovem não casada ou enviuvada cedo,somente podia
ser costureira ou professora.Se não arranjasse trabaçjo fora,
costurariou bordaria em casa, faria doces para vender, crochet.trabalhos
manuais,que pouco lhe rendiam...Mas muitas criaram e formaram assim os
seus filhos.No fundo, um desejo:tendo filhas, casá-las e conseguir um
bom provedor que as tirasse do sufoco.De preferência,  o genro levando a
sogra.

                Casada, a moça devia agradar ao marido:atendê-lo,
servi-lo.Inclusive na cama.Dias de ter relações(leia-se “obrigações”)
conjugais, determinadas pelo padre, depois pelo marido.Não podia
demonstrar amor.Não ficava bem para uma senhora distinta.Ou esposa de
alguém, em qualquer classe social.O prazer negado, ficava para as
prostitutas, as “perdidas”(muitas expulsas de casa paterna por terem
engravidado sem saber nada de concepção, de sexualidade.apenas cediam
.Não eram os homens os detentores do poder?As francesas importadas para
propiciar aos senhores coloniais , a luxúria, os truques sexuais, nada
negando-lhes e vestindo-se de forma bastante provocante.Algumas esposas
ardiam.E depois se confessavam aos padres, humilhavam-se para os
pastores.Entre os judeus, a moça casa e usa peruca de matrona.Nunca mais
poderá ser graciosa.Somente o esposo verá seus cabelos,na
intimidade.Até hoje, vemos exemplos de mulheres com a sexualidade
coartada por um ou outro motivo...Não ceder ao desejo do marido,
impossível.O dela , ele ignora.O corpo não é visto.Nem sempre a roupa é
retirada.Longas camisolas velam as formas.Após um parto, quarenta dias
de resguardo.para que o corpo se recupere e possa
novamente,engravidar.Há esposas que desgostam do cônjuge por um
motivo-que vai dos hábitos de higiene ao nojo do membro virl, do
dissabor causado por ele-puladas de cerca,grosserias, sovinices-mas não
são capazes, por toda a vida, de contar o porque de seu “Não” tão
detestado pelo marido,ou do fato de ceder sem gozo, entre um sem números
de atitudes que são, para elas, punições a ELE, esquecendo de que,
negando-se à sexualidade sadia, negam a elas próprias a chave do
prazer...

II

    

                     Hoje, com tantas separações, há muitas mulheres de
meia idade sozinhas.Há ainda as que preferem investir na
carreira.Cabeças livres, já não se coíbem a livre expanção dos desejos,
que podem ser satisfeitos mesmo sem o casamento sagrado.Há muitas formas
de união.cada qual no seu apartamento.Amizades coloridas.Encontros
circunstanciais, por exemplo, em congressos, viagens de negócios,
férias.No entanto, surge,muitas vezes, uma bitola pessoal:ao perceber
que a hiper valorização do corpo físico exige mulheres jovens ou magras
muitas retraem-se e negam a si próprias experenciar as alegrias do
romance.

                     Algumas viram escravas das academias, malhando às
vezes até adoecer, para conseguir modelar um corpo novo.Há as
lipo-aspirações,os implantes de silicone,o botox, as cirurgias
reparadoras, estéticas.A maioria pode então, esquecer-se de amar e fazer
amor, ser amada, com a alma e o esírito também.Nada contra a pessoa ser
cuidadosa, buscar o melhor para si.Gostar-se e valorizar-se é
positivo.Mas...o que muitas não sabem é exercer o naturalpoder de
sedução que a mulher tem.

                       Intuitivamente, ela sabe que o ditado “peixe se
pega pela boca”, ainda em uso, evidentemente, sozinho, é um fraco meio
de conquista.Vá estar o peixe com molho de alcaparras ou o Tiramisu
perfeitos, sem o perfume marcante, parecido com quem o usa,sem a roupa
íntima bonita e sexy, sem o batom provocante, sem a magia das palavras
sussurradas, sem o encantamento das promessas, sem a performance na
cama(ou no chão...)

                       Os homens hoje esperam um pouco de sedução
agressiva(no sentido de positiva).Que elas tomem a iniciativa.Se amarram
um novo encontro-e até o primeiro-respiram aliviados,Se falam de suas
próprias qualidades,eles as fixam.Se urram na hora do amor, sentem-se
poderosos.Se mandam flores, lisongeiam-se.Se pagam a conta ou dirigem o
carro numa estrada para que cochilem um pouco, gabam-se aos
amigos.Trocando pneu então, maravilha...

                          Para a nova mulher, um homem novo.Respeito aos
pontos eróticos da parceira,tempo gasto em provocar-lhe orgasmos,
atenção na hora de vestir a própria roupa de baixo,habilidade em
promover sexo criativo, tudo isso entra no romance,hoje...

                          Para um encontro, a mulher deve relaxar, ser
autêntica, usar o próprio  corpo para dar e sentir prazer.No banho, já
pode deliciar-se antecipando o encontro.Ou mastubar-se ou imaginar o
comportamento do parceiro.Este, escolhido.O odor deve ser o mais
provocante possível,Se o corpo não é mais o de uma jovem, use velas,
meia luz, sempre tão excitantes.A celulite não é levada em consideração,
se o tesão é grande, os sentidos estão envolvidos por tudo que um corpo
oferece a outro.A vaidade feminina, posta ali, a serviço das relações
amorosas, instaura a autoestima, a auto-confiança.A idade passa a ter um
caráter secundário.Eu, que atendo em psicoterapia ,homens e
mulheres,sei que , realmente, a idade não importa para o perfeito
desempenho sexual.

                             Rotina deve ser evitada, talvez num dia de
inverno,um casal bem ajustado possa colocar meias de lã e vestir
moletons, sem perder nada ,admitindo com graça e humor, que sente frio,
mas em geral, nada feio deve entrar na relação amorosa.Bom lembrar que,
fazendo amor, o sangue esquenta:a temperatura sobe, os parceiros
suam.Depois, que vistamseus agasalhos,mas estes devem provocar palavras
afetuosas(“meu ursinho”,” minha gatinha angorá”).Muitas pessoas de meia
idade e mesmo os idosos,se tinham já uma certa preguiça de fazer
amor,justamente por sentimentos de menosvalia(pessoais ou do parceiro),
quando encontram novos companheiros, sentem-se renovados.Rejuvenescem.Os
complexos desaparecem.O amor é um grande renovador de comportamentos!

                           Adoro estar no Rio de Janeiro, em Copacabana,
onde a concentração de idosos é enorme e ver passar pessoas de meia  e
terceira idade , bronzeados, vestidos com cores alegres, sorrisos no
rosto, conscientes de seu poder , seja levando cãezinhos a passear, seja
andando de mãos dadas ou abraçadinhos com quem estão ficando ou
vivendo...Tive uma paciente cinquentona, que ia quase toda semana para o
Rio apenas para sentir outra vez que era olhada e desejada.Acabou
conhecendo um homem mais novo com  quem manteve um ardente caso
amoroso...  Ela não era rica, nem especialmente bonita,mas charmosa e
alegre, permitiu-se ter oportunidades e não as deixou escapar...Alegre,
contava-me que hospedava-se na casa de uma amiga com mais de setenta e
que esta tinha também um  namorado fixo.Aqui também quero considerar que
Amor entre pessoas mais velhas é um fato,existe, realizando e alegrando
a vida dos amantes-os que se amam, lembrem e que sexo mesmo sem
amor,com afeição genuína, pode ser bastante nutritivo,digamos...

                            Neste milênio, com a Internet, houve um
“boom” de conhecimentos orientais.Estuda-se-e pratica-se sexo tântrico,
faz-se uma releitura-inclusive braileneanamente, ao vivo-do Kama
Sutra,alonga-se o corpo para que as posições possam ser as mais variadas
possíveis.Ler muito, de tudo, ou navegar pela Internet,para saber o que
é “da hora”, vão ampliar seu arsenal de assuntos.Embora, às vezes, se
possa falar com a vagina(nessa época, não é à toa que a peça “Monólogos
da Vagina” tenha logrado tanto sucesso!)e/ou ficar totalmente em
silêncio a dois, apenas respirando juntos,saber conversar pode ser mesmo
uma arma de sedução ...

                          Algumas mulheres queixam-se que não
“arranjam”(lembram?Os casamentos relmente arranjados...Outrora!A
expressão é herança colonial!)namorados.Mas ficamà espera de que alguém
(quem?) apresente alguém.Não vão ao cinema, ao teatro, não se sentam em
praças para ler e...papear com o homem que está ao seu lado,não sorriem
para não parecerem “atiradas”, consomem-se de inveja das pessoas mais
jovens que “ficam”... E criticam as “assanhadas”...Os tempos são
outros.É possível ser digna e séria rindo e cantando, conversando, sendo
genuinamente simpática.Bom viajar,ir a apresentações públicas, sentar
no parque para ouvir um concerto e puxar conversa com o vizinho.Se não  
virar namoro e muito menos amizade, a pessoa terá com quem passar o
tempo.Só não vale deixar o tempo passar..

BH

(Resumo da palestra dada no Curso de Atualização Cultural de Eloísa
Paiva, na Associação de Engenheiros de Belo Horizonte )*(2003)


11 RAZÕES PARA SER MAIS SEXO

Ninguém duvida que sexo é uma atividade prazerosa, mas cada vez mais
evidências aparecem para mostrar que o sexo pode ser benéfico para a
saúde. Pesquisas apontam que pessoas que fazem sexo freqüentemente
tendem a viver mais, têm menos problemas cardíacos e menor probabilidade
de desenvolver certos tipos de câncer. Além disso, estudos mostram que
homens que têm vidas sexuais ativas têm esperma mais saudável, e as
mulheres que fazer sexo regularmente sofrem menos sintomas da menopausa.

 

Agora, mais uma pesquisa se soma a estas descobertas: um estudo
realizado na Escócia revisou décadas de pesquisas sobre saúde sexual e
conclui que o sexo vaginal tradicional é o que resulta em mais
benefícios à saúde. De acordo com Stuart Brody, que realizou o estudo, a
explicação para isso é simples. “A evolução recompensa comportamentos
que aumentar as chances de propagação dos genes, e apenas este ato
sexual é potencialmente reprodutivo”, afirma o pesquisador.

 

Apesar das descobertas evolutivas de Brody, outras pesquisas apontam
que atividades sexuais diferentes também trazem benefícios à saúde
humana. A pesquisadora Beverly Whipple, entretanto, afirma que não é
possível estabelecer se o sexo faz com que as pessoas sejam mais
saudáveis, ou se pessoas mais saudáveis tendem a fazer mais sexo. “Não
podemos dizer com certeza que existe uma relação de causa e efeito entre
o sexo e uma saúde melhor”, diz.

 

Embora os motivos por trás dos benefícios trazidos pelo sexo ainda sejam desconhecidos, confira uma pequena lista de melhoras na saúde que as pessoas que fazem sexo freqüentemente têm.

 

1. Uma vida mais longa

 

Um estudo realizado no Reino Unido descobriu que homens que fazem
sexo ao menos duas vezes por semana vivem mais que aqueles que fazem
sexo menos de uma vez por mês. Um estudo feito nos Estados Unidos fez
descobertas semelhantes, enquanto um estudo sueco que examinou a vida
sexual de homens com mais de 70 anos descobriu que aqueles que morreram
antes de completar 75 anos tinham parado a vida sexual ainda jovens. Nas
mulheres, não foram encontrados resultados semelhantes, mas a pesquisa
estadunidense descobriu que aquelas que afirmavam ter prazer durante o sexo viviam mais do que as que não gostavam do ato sexual.

 

2. Um coração mais saudável

 

Um estudo britânico descobriu que pessoas que fazem sexo duas vezes
por semana ou mais freqüentemente têm menores chances de sofrer com
ataques cardíacos e outros problemas cardíacos fatais. As pessoas que
fazem sexo apenas uma vez por mês têm o dobro de chances de terem este
tipo de problema, quando comparados com as com maior freqüência sexual.

 

3. Pressão sanguínea mais baixa

 

Pessoas que fazem sexo com mais freqüência geralmente têm a pressão
sanguínea mais baixa, de acordo com alguns estudos. Além disso, Stuart
Brody descobriu que pessoas que têm uma vida sexual ativa têm menores
picos de pressão sanguínea durante situações estressantes.

 

4. Riscos menores de desenvolver câncer de mama

 

Um estudo francês descobriu que mulheres que fazem sexo vaginal com pouca freqüência têm três vezes mais chances de ter câncer de mama, quando comparadas com mulheres com a vida sexual mais ativa.

 

5. Menores riscos de ter câncer de próstata

 

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos aponta que homens que
fizeram sexo mais de três mil vezes durante a vida têm 50% menos chances
de desenvolver câncer de próstata
que aqueles que têm menor freqüência sexual. Ainda não se sabe por que
isso acontece, mas estudos mostram que homens que fazem mais sexo têm um
melhor funcionamento da próstata, além de eliminar mais resíduos no
sêmen, o que pode ter impacto sobre os riscos deste tipo de câncer.

 

6. Menos dor

 

Várias pesquisas mostram que o sexo ajuda a aliviar dores na coluna, além de melhorar enxaquecas.

 

7. Corpo mais magro

 

Um estudo feito na Alemanha descobriu que adultos que fazem sexo mais
freqüentemente tendem a ser mais magros. O sexo queima cerca de 60
calorias, o que soma aproximadamente 700 calorias durante um mês inteiro
de sexo três vezes por semana. Que tal adicionar isso à sua rotina de exercícios?

 

8. Melhores níveis de testosterona

 

Um grupo de homens recebendo tratamento para disfunção erétil tiveram
melhoras nos níveis de testosterona quando passaram a fazer sexo mais
freqüentemente. Aqueles que tiveram uma atividade sexual oito vezes por
mês tiveram um aumento maior do hormônio do que aqueles que tiveram uma
freqüência sexual menor.

 

9. Diminuição dos sintomas da menopausa

 

Mulheres nigerianas que estavam entrando na menopausa
sentiram menos ondas de calor quando faziam sexo mais freqüentemente.
De acordo com Brody, isso acontece porque o sexo ajuda a regular os
níveis hormonais do corpo, o que pode ajudar a amenizar os efeitos da
menopausa nas mulheres.

 

10. Sêmen mais saudável


11. LIGA PRA MIM .... KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Três estudos mostram que homens que fazem sexo regularmente têm um
maior volume de sêmen, uma maior contagem de espermatozóides e um esperma mais saudável.

 

[Fonte: CNN]