Desire309

 
Status do relacionamento: noivo(a)
Interessado em: homens
Procurando por: amizade, entretenimento
Zodiac sign: leão
Aniversário: 1989-07-28
Registro: 03/01/2018
'Ahh… o amor mais bonito é o que chega sem aviso, sem cerimônia, sem frescura. Vem de surpresa, repentino, enxerido. Surge do na
Pontos195Mais
Próximo nível: 
Pontos necessários: 5
Último jogo

Não viva uma vida mais ou menos!

13/02/2018       
N%C3%A3o-viva-site-830x450.jpg

Quantas vezes você perguntou para alguém em um simples cumprimento: – Olá, tudo bem? – E a pessoa lhe respondeu: – Mais ou menos.

Esse tipo de pessoa, onde tudo existe “mais ou menos” prolifera por aí. E eu fico me perguntando: Está certo, nem sempre estamos felizes, de bem com a vida, mas também nem sempre tudo está “mais ou menos”.  Algumas pessoas parecem se sentir bem em viver assim.

– Como está o casamento?

– Ah, mais ou menos.

– E aí, como está a faculdade? Está gostando?

– Tô… mais ou menos.

E assim a vida segue, pela metade, em cima do muro, na perspectiva de nada. Não podemos estar o tempo todo no modo “tanto faz”. Essa letargia contamina e faz com que cada vez mais, a cada dia, nós  nos tornemos mais conformados, desanimados, acomodados.

O “mais ou menos” é como um remédio em doses homeopáticas: vai se fortalecendo em nossa mente, até que chegue em um limite onde ou mudamos, nos reerguemos e saímos do marasmo, ou esse tipo de pensamento nos engole. Tudo se torna chato, repetitivo, sem graça e sem jeito.

Será que é isso que queremos para a nossa vida? Uma vida desperdiçada, sem objetivos, sem sonhos e sem esperança? Ou será que somos mais fortes do que esse sentimento de acomodação?

Queremos o melhor da vida ou nos contentaremos sempre com o “mais ou menos”?

Esse tipo de atitude perante a vida é o mesmo que “tá ruim, mas tá bom” ou “antes só do que mal acompanhada”.

Não, viver assim não está nada bom, nem vai ficar enquanto não mudarmos nossas atitudes perante a vida e perante nós mesmos.

Temos valor, somos filhos de Deus, temos o Universo ao nosso dispor, é só fazermos amizade com ele, sentirmo-nos parte dele, que a vida se encarrega de mudar a perspectiva infeliz de se contentar com o pouco, quando podemos ter o muito. Existe abundância, paz, felicidade, saúde e alegria por aí, basta saber procurar. Como fazer então?

Respire fundo e pense: se Deus é meu criador e criou o Universo infinito, então infinitas são as oportunidades de conseguir realizar meus desejos. Vamos vibrar no bem, no bom e no saudável. Vamos ficar nessa sintonia.

Xô tristeza, xô desânimo! Saia de cima do muro e vá pelo caminho que, com certeza, será cheio de flores, de doces aromas, de suaves melodias dos pássaros, com árvores frondosas repletas de frutas e sombras refrescantes. Veja bem, não estou dizendo que será fácil. Quer facilidade? Fique no mundinho do “mais ou menos”, mas se quer vida real e libertadora, arregace as mangas, respire fundo e olhe sempre em frente.

Acorde para a vida e quando alguém lhe perguntar: – Como vai a vida? – você responderá: – A vida está sendo bem vivida!