isso.é.coisa.da.sua.cabeça

Registro: 11/03/2019
Sou uma pessoa simples. Satisfaço-me rápido com o Melhor !!! (Winston Churchill)
Pontos4Mais
Manter o nível: 
Pontos necessários: 196
Último jogo

intençao e intensão ..............

21/01/2021       
...

Essa madrugada, um certo NOBRE que bloga por aqui
postou o seguinte comentário no meu blog:

'Nobre' • 9 horas h

Pelo menos, eu não vivo a utopia de ser lido por meia dúzia de pessoas, achando que vai fazer alguma diferença. Escolhi meu alvo, que é o perímetro que permito minha palavra, se ela alcança quantos outros, é por puro acaso!

Poderia estar num Bordel qualquer, mas a pandemia tem assolado até os buracos mais escuros, por enquanto o GD é suficiente para manter o fogo aceso, logo volto a incendiar o mundo, mas não antes de deixar em cinzas os can.alhas que insistem em habitar o mundo.



Repete falas de Ciro Gomes e de outras lideranças de esquerda,
que querem comparar o Bolsonaro a um 'genocida'.

Ontem esse 'Nobre' me desafiou a desmentí-lo.

Mesmo eu sabendo que vou chover no molhado,
ou que darei bom dia a cavalo, atrevo-me a insistir...
Não por causa desse 'Nobre', mas pelo meu compromisso
com o que considero coerente, verdadeiro e plausível.

Primeiramente... a ETIMOLOGIA:
(isso não é coisa da minha cabeça, é 100% academico)

A palavra GENOCIDIO é é uma junção de
génos (do grego: família, tribo ou raça)
e caedere (do latim: matar).

Entende-se por genocídio qualquer dos seguintes atos,
cometidos com a intenção de destruir, no todo ou em parte,
um grupo nacional, étnico, racial ou religioso.


Segundamente... a ESTATÍSCA:
(isso também não é coisa da minha cabeça, já li por aqui mesmo que contra dados e fatos não há argumentos, eu mesma sou alguém que gosta de dados e fatos)

Pesquisei no site do IBGE e do Portal Transparência Registro Civil, dados numéricos para comparar o numero de habitantes versus a quantidade de óbitos registrados no Brasil, entre os anos de 2015 a 2020:

78043767.jpg

78044171.jpg

Terceiramente... a ANALOGIA:
(tentar estabelecer semelhanças entre fatos distintos... sorry, não para de pé)

Chamar Bolsonaro de Genocida não corresponde com a etmologia da palavra GENOCIDA.

A evolução bastante natural do número de óbitos registrados no Brasil, nem de longe, pode ser comparado a um genocídio proporcionado pelo Governo Bolsonaro.

A distribuição da causa mortis também não demonstra genocidio, até porque houve diminuição de 60.000 causas mortis de pneumonia, incuficiencia respiratória e septicemia (tirem suas conclusões).

Não para de pé qualquer tentativa de se equiparar o Bolsonaro a um genocida, ne etmologicamente, nem estatisticamente.

Quartamente... a INTENÇÃO e a INTENSÃO:

É coisa da minha cabeça, ou a fala destacada do comentário do NOBRE tem muito mais analogia com o significado da palavra GENOCIDA, do que o que ele escreve sobre Bolsonaro?

'...por enquanto o GD é suficiente para manter o fogo aceso, logo volto a incendiar o mundo,
mas não antes de deixar em cinzas os can.alhas que insistem em habitar o mundo.'

Não tenho certeza se o tipo de fala do NOBRE é realmente intencional (proposital) !!!

Mas a intensão contida nessa fala, certamente, nos remete ao genocídio, na medida que intensão corresponde ao sentido inerente, ao conceito que uma palavra ou expressão evocam.

É muito comum tertarmos atribuir ao outro características que não queremos assumir em nós mesmos, Sr. Nobre.




... Isso.é.coisa.da.sua.cabeça ....  ou será da minha ?