LuSilva

 
Rejestracja: 2019-10-15
Todos os meus sorrisos são seus porque todos eles são provocados por você!!
Punkty97więcej
Następny poziom: 
Ilość potrzebnych punktów: 103
Ostatnia gra

De repente..

De repente tudo vai ficando tão simples que assusta.A gente vai perdendo as necessidades,vai reduzindo a bagagem.As opiniões dos outros,são realmente dos outros,e mesmo que sejam  sobre nós;não tem importância.Vamos abrindo mão das certezas,pois não temos certeza de nada.É,isso não faz a menor falta.Paramos de julgar. Pois não existe certo ou errado e sim a vida que cada um  escolheu experimentar.Por fim entendemos que tudo o que importa é ter paz e sossego,é viver sem medo,é fazer o que alegra o coração naquele momento.É só.     Mário Quintana_____


Sem lembrar do ano velho.. feliz ano novo!


Quando pensamos em ano novo, automaticamente nossa cabeça viaja para o ano velho, bom, não é esse o intuito. (não que isso não seja importante!). Mas hoje, gostaria de escrever, sobre o NÃO pensar sobre esse ano que em breve irá nos deixar, ao invés de ficarmos assistindo nossa retrospectiva interna de 2023, porque não foquemos nossas energias em tudo de bom que pode acontecer em 2024? Sim, afinal, não é pra isso que serve um ano novo? 
Quando eu penso sobre esse final de ano, talvez não pense tanto em gratidão, não que eu não tenha motivos para ser grata. Pelo contrário, existem incontáveis motivos para agradecer, assim como você, né? Penso eu. Mas, o que eu penso e quero mesmo do fundo do meu coração, é: ESPERANÇA!
A esperança é a mais pura forma de ter fé! É uma oração extremamente poderosa e positiva! Enquanto outras emoções positivas nos fazem refletir, olhar para dentro, entender o que precisamos ou não mudar e outras coisas maravilhosas... nada faz o que a esperança faz!, a esperança faz verdadeiros milagres!
Afinal, porque mesmo desanimados, continuamos a seguir? Porque temos ESPERANÇA! Acreditamos fielmente que podemos seguir em frente, acreditamos que podemos começar e recomeçar quantas vezes forem necessárias. 
Então, que tal termos ESPERANÇA para 2024? Esperança de esperar um futuro melhor, e claro, trabalhar para que isso aconteça, independentemente das circunstâncias atuais, ou até mesmo das previsões nebulosas para o futuro.
O poder sobre o nosso crer, que a esperança nos trás, é incrível! 
Então, o intuito do meu blog é esse, convido você a passar esse Ano Novo com muita esperança! Vamos nos encher de esperança, ouvir relatos de esperança, conversar com pessoas esperançosas, desenvolver a esperança!
Um feliz natal e um próspero ano novo repleto de esperança para todos os amigos do game Desire!


Carnaval X Crenças que não são as suas;


O carnaval passou, a escola desfilou, o samba cantou e junto dele, a falta de conhecimento chegou.  Esse não é um blog pra você que não está disposto a aprender, esse blog é pra você, que agrega conhecimento e mais que isso, toma cuidado para que, sem querer, não ter opiniões preconceituosas, por pura falta de conhecimento. 
E vamos lá:  
As pessoas dizem se sentir ofendidas com carros alegóricos, com samba enredos, com coisas "que insistem em destorcer a bíblia".
 Nós vivemos em um país laico, ou seja, nem tudo é sobre a bíblia ou os cristãos que carregados de falsas opiniões, despejam seus preconceitos. 
Quando a escola de samba, decide fazer um enredo, onde os cristão acham que estão distorcendo a bíblia, estão errados, porque a maioria das religiões que vem de matrizes africanas, se quer, acreditam na bíblia. E pasmem, esse diabo que vocês tanto falam, é uma concepção que para muitos não existem. 
Ou seja, a última coisa que passa na cabeça de um enredo carnavalesco é afrontar a bíblia, porque pra muitos, a bíblia nem existe. Sem contar as pessoas que são considerados ateu, ou adoradores do diabo, como gostam de chamar. Se é certo ou errado, não cabe a mim, repito, país laico.
Carnaval não é e nunca foi uma festa cristã, ou sobre cristãos. 
Se pesquisarmos a fundo a história do samba e do carnaval, sempre foi sobre as religiões de matrizes africanas. SEMPRE! O samba veio da macumba. Muita das vezes as pessoas cantam sambam, colocam samba dentro de casa, e nem sabem que estão cantando ponto de terreiro. A MAIORIA dos sambas, são pontos cantados para as entidades. 
As escolas são todas alicerçadas nas religiões de matrizes africanas, as imagens são APENAS adereços para contar as histórias, por trás de tudo isso, são feitos enredos que precisam ser entendidos, ouvidos, escutados, são contadas histórias para pessoas que não são cristãos, já que a festa não é sobre essa religião.  
É muita intolerância e prepotência quando as pessoas dizem que Deus vai pesar a mão ou castigar um país inteiro por algo que é sobre o que você CRÊ. O seu Deus pode não ser o mesmo Deus do amiguinho. Isso é intolerância religiosa, ainda que disfarçado de uma opinião. 
Carnaval é sobre arte e manifestações CULTURAIS E RELIGIOSAS de um povo que crê diferente do cristão. 
Quando você fala que acha que as pessoas afrontam a bíblia, você torna toda uma luta, toda uma crença, que é baseada só naquilo que você crê! Mas não é sobre vocês. 
Há muito preconceito com a religião afro, e principalmente muitas coisas que precisam desmitificar. 
Religião africana NÃO cultua demônio, porque o diabo é uma CONCEPÇÃO CRISTÃ. 
Isso é história, revolução, evolução. Não sobre vocês, não sobre a bíblia de vocês, não sobre a crença de vocês. 
Não torne a história de luta e crença, na história e luta contra a crença de vocês, porque não existe a crença de vocês no meio disso, não é sobre vocês. 
Achei importante falar isso, porque as vezes é necessário abrir a nossa mente e entender que a religião do outro, nem sempre é sobre a nossa.
NENHUMA ARTE, CULTURA OU MANIFESTAÇÃO, precisa desmerecer a outra para crescer. 
Entendam isso! E lembre-se que não vivemos em um país laico atoa, não gosta? Não consuma. 
Aproveite o tempo livre e vá estudar, pois religião também é sobre estudo!


Um texto sobre o amor - o próprio.



Como seria a sua vida se um belo dia você acordasse, e fizesse para si, tudo que faz para o outro? Se a gente se tratasse, como tratamos os outros? 
Amor próprio. Defina. É fácil.  Quase sabemos de cor tudo sobre elas. Aprender sobre aceitação, se respeitar, se amar. A teoria não se faz valer com a prática. 
Respira fundo, conta até três, se olha no espelho e vamos tentar o exercício outra vez:
Sabe a pessoa que você mais ama nesse mundo? Pense agora em tudo que faria por ela.... Pense bem! Não economize na imaginação, se você pudesse fazer tudo, se tudo estivesse ao seu alcance  Sem economizar no romantismo. Pensa e diga novamente.
Agora reverta tudo isso pra si mesma. Meu Deus, que loucura. Será que mereço tanto assim? Sim. Merece. Merece e muito mais. 
Faça uma surpresa gostosa pra você, assim como quando você prepara surpresas para alguém. Compre pequenos presentes para si, passe naquela loja e diga: Esse presente é a MINHA cara.  Procure qualidades em você. Você irá encontrar.
Olhe-se no espelho e permita se, se encantar por cada pedacinho do seu ser. Você, mais do que ninguém, conhece suas qualidades. É simples e vai ser bom! Você é incrível! 
Se elogie, nós sempre gostamos de algo em nós, somos bons em algo, entenda verdadeiramente o sentido de cada palavra. Sabe quando alguém te elogia, e só aí você começa a notar uma característica bacana que não havia visto antes? Você não precisa de ninguém falando isso, não. Se olhe no espelho e fale você mesmo! 
Seja esta voz. Seja esta pessoa! 
E se permita acreditar. Confie que você está certa, que você pode e que você é tudo o que quiser. 
Tem gente que diz que faria tudo por um outro alguém. Você pode trocar o “alguém” da frase por seu próprio nome. Eu sou capaz de fazer de tudo por mim. Pela minha felicidade. Pelo meu bem estar. Pela minha saúde mental e fisica. Longe de qualquer egoísmo ou o que isso possa parecer. É certo, sim. É o começo do caminho de quem se ama pra valer. É o começo do melhor amor que existe na vida... O próprio.


O assunto do momento: BIG BROTHER BRASIL


SIM, eu admito. Eu sou e gosto mesmo é de ser do contra! Confesso que nem de Big Brother eu gosto, mas é  impossível não consumirmos durante o programa. Nas redes só se fala disso, nas conversas com os amigos em comum, o assunto é o mesmo: BBB! Mas sabe o que me incomoda? As pessoas vestirem esse manto de superioridade e intelectualidade para empinar o nariz e dizer que não suporta esse tipo de cultura inútil. SIM, é um absurdo a apelação de audiência com mulheres e rapazes bonitos em corpos sarados, porque na realidade, sabemos que ali, o pobre mesmo, feio, com nome no SPC, que deve o agiota, passa longe dessa seleção...  Todo mundo grita que quer ver o pobre e o feio, mas quando saem na balada, procuram pelo bonito... E comecem os jogos, tanta picuinha, jogos e disputas pelo poder, líder, anjo, e quem cair na boca do povo, ou sai ou fica e aí sai o grande prêmio milionário. Disputa é algo que não acontece nas nossas rotinas, né?! Seja ela de trabalho ou amorosa. Abandonando a ironia, é claro... Você já parou pra pensar qual é o grande sucesso desse programa? Olha, não é difícil chegar na conclusão de que o BBB na verdade é o reflexo que ele traz de nós, da sociedade brasileira. Não há quem não se identifique com algum dos participantes. Sinta as suas dores, conquistas e tome para si a ofensas e injustiças gritantes, mesmo quando cometidas há quilômetros de distância, por gente que nunca vimos na vida. É tipo novela. Tempos atrás todos paravam pra ver os grandes capítulos, levavam a personagem pra além da vida real. O vínculo se torna tão íntimo pela chance singular de perceber que pessoas aparentemente perfeitas, são frágeis. Pasmem! Os bonitões e bonitonas possuem defeitos, sonhos e medos. Falam de boca cheia, acordam descabeladas, ficam bêbadas e fazem vexames. Ri, chora, briga, grita, xinga. Sim, aquelas pessoas existem, e são como a gente. Muito além de um jogo, é uma chance de observar o comportamento humano em sociedade, ascensões e quedas, a liderança nata e a sede de poder. Quantos não ficam hipnotizados pelo poder e metem os pés pelas mãos?! É só um jogo? Será? Isso também já vi na vida real... Estratégias sendo lançadas. Pessoas de visão que observam a fraquezas dos outros e criam proveito disso, afinal, quem não quer ser o milionário? O que você faria pra ser um milionário? Os seus valores iriam falar mais alto? Ou mais baixo? Há também o medo de encarar o paredão e sair, que se equivale ao medo da morte... As pessoas travam, não vivem, com medo de qualquer passo em falso. Coincidência com a vida real?! Os participantes se alienam de forma tamanha que o mundo se resume àquelas paredes, e fazendo uma adaptação de uma famosa expressão jurídica, ao tema “o que não existe no BBB não existe no mundo!”. É a vivência, atual e descontraída. Como negar a cultura a todo esse jogo de comportamento? A diversidade de sotaques, grau de instrução e experiências de vida. Nordestinos e paulistas. Gregos e troianos. Enfim, é como eu costumo dizer: é tudo uma questão de ponto de vista. A cultura está nos olhos de quem vê. Há quem olhe uma janela e enxergue um mundo enquanto outros não veem nada. Há quem ache a grama do vizinho mais verde e há quem cuide sempre da sua grama pra nunca deixar de ser verde. Superior por não assistir BBB? Prepotente? Isso parece ser um pouco do jogo... Mas na verdade, não vivemos em um jogo todos os dias?